Criada pelo Grupo Auchan, dona da cadeia de hipermercados Jumbo, a QiLive têm se vindo a mostrar bastante presente nas lojas da mesma, com uma grande gama de produtos a preços competitivos. Hoje, trago a sua recente aposta para o mercado de headphones premium, tal como são titulados pela marca; os QiLive Q.1007.

Dentro da caixa

Com uma apresentação agradável e direta, assim que abrimos a caixa do produto conseguimos ver os headphones juntamente com uma caixa onde ficam contidos os cabos de carregamento e jack 3.5mm

Caixa Q.1007

Design e funcionalidade

A primeira coisa que me chamou á atenção nestes Q.1007 foi o seu design. Praticamente construídos na sua totalidade em plástico, os Q.1007 destacam uma boa qualidade de construção, pesando somente 235g.

As suas earcups de 40mm são bem almofadadas, mas por serem relativamente pequenas acabam por não cobrir todo o ouvido. Geralmente é algo que me incomoda bastante em outros produtos, mas neste caso não foi algo tão problemático. É possível utilizá-los durante 2-3 horas sem qualquer tipo de incomodo ou desconforto.

Q.1007

Além dos poucos detalhes presentes complementarem à sua estética, cada um tem a sua utilidade.

Do lado esquerdo, encontramos um switch que roda para a esquerda e para a direita, onde podemos alternar as musicas e na ponta a entrada para o cabo 3.5mm, enquanto que do outro lado temos outra peça semelhante com a entrada de carregamento USB.

Entrada Jack Q.1007

De lembrar também a presença do microfone para chamadas e o botão que permite atendê-las ou ligar e desligar os headphones.

Yap… os meus partiram-se!

É verdade – a unidade que testei nas ultimas semanas partiu-se enquanto tentava colocar na cabeça.

Uma vez que na minha percepção não fiz a força suficiente para ser algo normal, suponho que seja uma espécie de falha de design que faz não existir qualquer ponto da headband que seja mais maleável e acompanhe esse movimento.

O facto do seu plástico aparentar ter uma qualidade bastante considerável faz-me reforçar a minha teoria.

Conectividade

Os Q.1007 podem ser ligados aos dispositivos pelo cabo jack 3.5mm ou pela conexão sem fios Bluetooth. Também mostra uma particularidade que é a presença de suporte ao NFC, que em junção que um dispositivo compatível faz o emparelhamento Bluetooth mais rapidamente – como se fosse um atalho.

NFC Q.1007

Qualidade sonora

Algo que é bastante frequente neste tipo de produtos é possibilidade de reproduzir a um volume bastante alto e produzir graves totalmente desequilibrados, que geralmente trás uma falsa sensação de boa qualidade de som.

Felizmente, não foi o caso, o que já é um óptimo começo. Apesar de não poder dizer que o som dele é espantoso, consigo afirmar que não desilude e é perfeitamente enquadrável no seu tipo de headphones e para o tipo de utilizadores que ele foi criado.

Distorção a altos volumes é encontrada em musicas que puxem ou muito pelos graves ou  agudos, que se acaba por se traduzir numa confusão de frequências e a experiência torna se incomoda.

Ainda assim, categorizo a experiência obtida com os Q.1007 satisfatória.

Bateria

A bateria é sempre uma das partes mais importante em headphones sem fios. Das prometidas 20 horas pela QiLive, consegui desfrutar de cerca de 18h, o que parece um marco bastante interessante tendo em conta o seu preço.

Conclusão

Apesar da má experiência que tive em relação à sua fragilidade, penso que não consigo encontrar outro defeito grave que faça-me não conseguir recomendar de todo o produto. Ainda assim, para quem ponderar a sua compra, fica a minha chamada de atenção à situação referida acima.

Os QiLive Q.1007 estão disponíveis nas cores preto, azul, branco e rosa nas lojas BOX Jumbo por 49,99€.

Vê a video-review no YouTube clicando aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here